quarta-feira, 14 de maio de 2014

A importância de correr lento

Todo corredor de longas distâncias deve saber como é importante correr lentamente.
Vemos muitos corredores de fundo querendo se superar nos treinamentos, correndo em ritmo muito forte.
De acordo com o fisiologista austríaco Dr. Van Aaken, precursor do treinamento que tem por objetivo a força muscular do coração, que é um dos mais importantes músculos do nosso corpo, o coração é chamado de involuntário, funciona autonomamente, entretanto podemos através de exercícios aeróbios provocar sua hipertrofia.
O segredo para o corredor de fundo ter um coração hipertrofiado saudável é fazer corridas longas e lentas que denominamos steady state.
Correndo desta forma por mais de 30 minutos por dia, o corredor terá condições para mais ao longo do tempo começar a treinar corridas mais velozes.
A corrida longa e lenta é a base para qualquer outro treinamento ou outro objetivo, seja em corridas ou a melhor performance na prática de outras atividades físicas  - o tênis ou o futebol com os amigos no final de semana, ou até mesmo acompanhar seus filhos pequenos nas brincadeiras nos parques.
Vemos muitos iniciantes, em corridas de fundo treinando às vezes em regime anaeróbio. O técnico ou personal devem ter o cuidado para evitar a ansiedade, que pode levar a frustração do praticante de corrida.
Aproveitar a corrida longa e lenta como uma pratica de meditação, ajuda na diminuição do nível de ansiedade e conseqüentemente do estresse, alem de fazer o trabalho de consolidar e reforçar uma boa condição cardio respiratória

Um comentário:

  1. Após meus 40 anos esse método foi o melhor recurso para eu me manter competitivo e treinar com maior frequência com nítida diminuição nas lesões.

    ResponderExcluir

Deixe a sua opinião e participe desta jornada pela saúde.